sexta-feira, 4 de abril de 2008

ESTUDO NO LIVRO DE LEVÍTICO PAG.1

MEDITAÇÕES SOBRE O LIVRO DE LEVÍTICO

Texto áureo: Cristo...pelo espírito eterno, se ofereceu a si mesmo imaculado a Deus

(Hebreus 9:14).

Leia Levítico 1:1-17

Levítico é um livro fechado para quem não possui a “chave” divina: Cristo, a quem encontramos aqui em todos os aspectos de Seu sacrifício e sacerdócio. Para o crente, existe um único sacrifício oferecido de uma vez por todas, plenamente suficiente (Hebreus 10:10) Mas ao descrevê-Lo em todas as Suas diferentes características, o Espírito de Deus nos dá várias figuras, complementares umas às outras.

O Holocausto é mencionado em primeiro lugar porque representa a parte de Deus na obra de Cristo. É expressa no Novo Testamento em passagens como João 10:17; Efésios 5:2; Filipenses 2:8. Caros amigos cristãos, quando pensamos na cruz, ao invés de contemplarmos a nossa salvação, primeiro consideremos a satisfação que Deus encontrou na Pessoa e obra de Seu Santo Filho.

Três tipos de vítimas poderiam ser apresentadas para essa oferta. Algumas diferenças eram evidentes na maneira de ofertá-las. Por exemplo, apenas as ofertas de animais eram cortadas em pedaços e colocadas sobre o altar. Mas em cada caso, subia um “aroma agradável ao Senhor”. Tal foi o efeito do fogo do julgamento que recaiu sobre a santa Vítima na cruz: expôs, nos menores detalhes, a excelência da oferta “sem mácula” (Hebreus 9:14).

COMENTÁRIOS

1.1 Antes, Deus falara do monte Sinai, não permitindo que ninguém se aproximasse; agora fala da tenda da congregação, as nuvem sobre o propiciatório no Santo dos Santos, deixando o adorador se aproximar dEle por intermédio das ofertas.

1.2 Oferta. Descrevem-se cinco tipos: 1) O holocausto; 2) A oferta de manjares; 3) A oferta pacífica; 4) Pelo pecado; 5) Pela culpa. Quem busca a Deus há de começar com a quinta oferta da escala, que é uma oferta compulsória por causa da maldade humana; só depois de se seguir o caminho prescrito para obter a comunhão com Deus, que pode haver oferta voluntária e espontânea, especialmente a primeira da escala, um holocausto “de aroma agradável ao Senhor” (veja 1.17 N.Hom). Todas as ofertas tinham algo em comum e simbolizavam alguns aspectos da vida e do sacrifício de Jesus Cristo.

1.17 Holocausto. Heb ´olah, cujo significado básico é de fazer subir em fumaça, uma oferta total da qual os demais sacrifícios são apenas modificações. Nossa palavra “Holocausto” significa “totalmente queimado”. Esta oferta significa a dedicação completa a Deus daquele que a oferecia, e tipifica Jesus Cristo, ao se oferecer imaculado a Deus, para fazer Seu inteiro agrado, Hb 9.14; Fp 2.6-8. Na seleção da vítima, tanto o rico como o pobre podia trazer um oferta aceitável fosse um novilho, ou fosse uma rola. O macho sem defeito, v.3, representa Cristo na sua perfeição (Hb.9.14; 1Pe 1.19). O sacrifício se oferecia no altar do Holocausto, à porta do Tabernáculo, v 3 com Ex 40.6, depois de o ofertante se identificar com o animal que o substituiria, aceitando suaposição de pecador pedindo expiação, com

1

4 comentários:

elisio silva disse...

muito bom esse estudo em levitico,pude notar que o senhor nunca faz acepçao de pessoas.parabens

elisio silva disse...

muito bom esse estudo em levitico,pude notar que o senhor nunca faz acepçao de pessoas.parabens

elisio silva disse...

muito bom esse estudo em levitico,pude notar que o senhor nunca faz acepçao de pessoas.parabens

Rodolfo cerqueira disse...

Eu Noelia creio que Deus mostrou o quanto é emportante nosso sacrificio em negar a nos mesmos pelo evangélio de cristo,gostei muito do estudo.